Principal / Notícia / Defensoria Pública do Distrito Federal lança a transmissão gratuita de 150 horas/aulas no CEMI
alunas1-300x197

Defensoria Pública do Distrito Federal lança a transmissão gratuita de 150 horas/aulas no CEMI

A Defensoria Pública do Distrito Federal (DPDF) lança, no próximo dia 11 de junho de 2013, às 14 horas, por meio da sua Escola e instituições parcerias, a transmissão gratuita de 150 horas/aulas de educação em direitos para alunos do Centro de Ensino Médio Integrado (CEMI) do Gama/DF, localizado no Setor Oeste, EQ-Entre quadras 12/16, Área Especial. A iniciativa foi possível a partir de uma parceria entre a DPDF, a Vestcon, a União Planetária (UP), e a Associação dos Defensores Públicos do DF (ADEP/DF).

Na primeira escola do Brasil a ser beneficiada, os alunos selecionados terão a oportunidade de assistir, semanalmente, por meio de educação à distância, on-line, às aulas de Direito Administrativo, Civil, Constituicional, Penal, Noções de Processo, Direito da Criança e do Adolescente, além de Língua Portuguesa, Ética e Atualidades.

As colegas Raphaela Pereira da Silva e Ivaneska Oliveira, alunas do 2o ano no CEMI/Gama, conseguiramgarantir uma vaga no Projeto Conhecer Direito on-line. Animada com o novo curso, Raphaela acredita que essa oportunidade vai gerar muito aprendizado: “tenho certeza que vai ser o diferencial para eu conseguir emprego ou ingressar na faculdade”. Ivaneska espera ampliar o conhecimento: “gostei muito da palestra e vi uma oportunidade. Espero aprender bastante coisa”, concluiu a estudante.

A iniciativa on-line configura-se uma ampliação do Projeto Conhecer Direito precursor e vem como uma proposta de ensino-aprendizagem cidadã e contemporânea, tomando a escola como instrumento e as ferramentas tecnológicas de educação à distância como meio de transformação multidisciplinar dos jovens estudantes.

Projeto Conhecer Direito

O projeto, que tem como cerne a educação em direitos, vem para defrontar o cenário permanente de disparidades socioeconômicas, em todas as suas diferentes expressões, beneficiando mais de 500 alunos, presencialmente, em três anos de realização, com o apoio das escolas públicas de todas as cidades satélites da Capital Federal.

Nesse contexto, tendo a acessibilidade como elemento fundamental de evolução da sociedade, surgiu no ano de 2012, o Conhecer Direito Acessível, vertente inovadora de expansão do conhecimento às pessoas com sede de aprendizagem, mas que, por algum motivo, possuem dificuldades de comunicação, limitações, ou necessidades educacionais especiais, incluindo, ao projeto, aqueles que têm deficiência auditiva, possibilitando igualdade de condições, ao disponibilizar intérpretes de Libras para as aulas.

Logo, com a consolidação do Conhecer Direito, marcada pela enorme e crescente demanda de estudantes interessados e, tendo em vista as novas possibilidades de aprendizado oriundas dos avanços tecnológicos da comunicação, torna-se cogente abrir, universalmente, as portas do conhecimento jurídico.

O programa gratuito almeja a real universalização do ensino jurídico, trabalhado numa perspectiva de cidadania ativa, onde se propõe a formação de jovens participativos e conscientes, por meio da apreensão e aplicação de conhecimento diferenciado e construção coletiva de ideias.

As aulas são gravadas em estúdio audiovisual especializado, sendo disponibilizadas em um espaço dinâmico e interativo de conhecimento, que contempla exercícios e simulados diversos, pelos quais os alunos graduam o seu desempenho.

A carga horária do projeto prevê aulas ministradas por profissionais renomados, que trabalham, de modo teórico, prático e interdisciplinar, com temas voltados para a consolidação da consciência cidadã, responsabilidade individual, social e política dos estudantes participantes, preparando-os para a vida.

Sendo uma ação histórica e pioneira na educação brasileira, o projeto está aberto às escolas da rede pública de ensino do País sendo, logo após a fase piloto, expandido para todas as instituições de ensino interessadas que atenderem às condições de funcionamento do curso.

 

Fonte: Associação dos Defensores Públicos

Comentários

Sobre Edson Henrique

Formado pelo CEMI, forjado nas batalhas da primeira turma da escola, Empreendedor na Worda Studios, Arquiteto de Software, Entusiasta do Aprendizado, Fotógrafo e algumas outras coisas nas horas vagas. Gosto de experiências!

Veja também

banner CEMI

Projeto FUTURA – Pré Cadastro

O projeto FUTURA já está sendo implementado no CEMI, estamos preparando tudo para você. Precisamos de uma ajudinha …